(49) 3621.2810

Você está em: Início  Edições  Você sabe o que é HIV?


Equipe

Revista SOS Saúde
(49) 3621.2810
revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

Você sabe o que é HIV?

HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana, causador da AIDS, ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças.

COMO É TRANSMITIDO?

ASSIM PEGA:

• Qualquer relação sexual (vaginal, anal, oral) sem camisinha;

• Uso de seringa por mais de uma pessoa;

• Transfusão de sangue contaminado;

• Da mãe infectada para seu filho durante a gravidez, no parto e na amamentação;

• Instrumentos que furam ou cortam não esterilizados.

ASSIM NÃO PEGA:

• Sexo com camisinha; • Beijo no rosto ou na boca; • Suor e lágrima;

• Picada de inseto; • Aperto de mão ou abraço; • Pelo ar;

• Sabonete, toalha, lençol, talher e copo; • Doação de sangue;

• Assento de ônibus, piscina e banheiro.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS?

Os primeiros sintomas (infecção aguda), quando ocorrem, são muito parecidos com os de uma gripe, como febre e mal-estar. Por isso, a maioria dos casos passa despercebida. Na sequência, vem a fase assintomática, em que o vírus e as células da imunidade convivem sem prejuízo ao organismo. Essa fase pode durar muitos anos, e a pessoa infectada é transmissora da infecção.

Com o frequente ataque, as células de defesa começam a funcionar com menos eficiência até serem destruídas. O organismo fica cada vez mais fraco e vulnerável a infecções comuns. A fase sintomática inicial é caracterizada pela alta redução dos linfócitos T CD4+ (glóbulos brancos do sistema imunológico). Os sintomas mais comuns nessa fase são: febre, diarreia, suores noturnos e emagrecimento. Além disso, podem ocorrer sintomas relacionados às doenças oportunistas como tuberculose, pneumonia, toxoplasmose e alguns tipos de câncer.

COMO DESCOBRIR?

O diagnóstico do HIV é feito a partir da coleta de sangue com exame laboratorial ou testes rápidos, que detectam os anticorpos contra o HIV em cerca de 30 minutos. Os testes rápidos são amplamente disponibilizados na rede pública.

Quem se testa com regularidade, busca tratamento no tempo certo e segue as recomendações da equipe de saúde ganha muito em qualidade de vida.

TEM TRATAMENTO?

Por isso, se você passou por uma situação de risco, como ter feito sexo desprotegido ou compartilhado seringas, faça o teste anti-HIV.

Sim e ele é distribuído gratuitamente no Brasil. Todos os pacientes que se descobrem soropositivos têm indicação de usar as medicações. Os pacientes que fazem corretamente o uso da medicação tem melhora significativa na qualidade de vida.

A melhor forma de prevenção é o sexo seguro. A camisinha é eficaz sempre que usada corretamente. É fortemente recomendada para qualquer tipo de relação sexual independentemente de idade, tipo de relacionamento, presença ou não de infecção sexualmente transmissível.

Recentemente, o Ministério vem disponibilizando a PEP (profilaxia pós exposição) para casos de violência sexual, relação sexual desprotegida (sem o uso de camisinha ou com rompimento da camisinha) e acidente ocupacional (com instrumentos perfuro-cortantes ou em contato direto com material biológico).

AIDS Não tem cara, não tem cor, não tem sexo e não tem idade. PREVINA-SE!

Dra. Priscila Rodrigues Garrido

Infectologista - CRM/SC 16927 | RQE 9386

Acesse a matéria na revista


(49) 3621.2810

revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

Mapa de localização

Revista SOS Saúde © Todos os direitos reservados