(49) 3621.2810

Você está em: Início  Edições  O que é Incontinência Urinária e como ela pode afetar sua vida?


Equipe

Revista SOS Saúde
(49) 3621.2810
revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

O que é Incontinência Urinária e como ela pode afetar sua vida?

Incontinência urinária é a perda involuntária de urina. Um problema comum, que segundo a International Continence Society, a incidência mundial é de 69% em mulheres e 39% em homens, sendo que poucas (os) conhecem ou procuram ajuda para a resolução do problema, causando constrangimentos e isolamento social.

Quais são os fatores de risco?

Pode ocorrer por diferentes fatores, dentre eles: uso de fórceps ou vácuo no parto, episiotomia (corte vaginal no parto), gestação, idade avançada, obesidade, fraqueza da musculatura do assoalho pélvico (músculos que sustentam nossos órgãos pélvicos – bexiga, útero, intestino), retirada da próstata, bexiga hiperativa, entre outros. A fraqueza da musculatura pélvica, além da incontinência urinária, pode levar a prolapsos (descida) de órgãos pélvicos.

Quais são os tipos existentes?

Incontinência urinária por esforço, quando há perda de urina em qualquer atividade que force a musculatura abdominal, como tossir, espirrar, dar risada, carregar peso ou até mesmo andar.

Há também a incontinência de urgência, que é a vontade urgente de urinar, mesmo após idas frequentes ao banheiro. Nesse momento pode haver a perda de urina. Ou mista, quando a incontinência de esforço e de urgência ocorrem juntas.

As perdas de urina podem ocorrer também à noite, durante o sono - ENURESE. Ocorre principalmente em crianças com mais de cinco anos de idade. É um quadro clínico desagradável tanto para a criança quanto para a família, diminuindo a autoestima e causando certo isolamento social, por exemplo, a criança não dorme fora de casa, com medo de urinar na cama.

Qual o papel da Fisioterapia no tratamento da Incontinência Urinária?

A Fisioterapia pélvica é uma grande aliada como tratamento conservador, envolvendo diversos exercícios que fortalecem a musculatura do assoalho pélvico, como a consciência da musculatura, cones vaginais, biofeedback, cinesioterapia, entre outros.

Quando submetidos à cirurgia, os exercícios conservadores podem auxiliar na recuperação e após, o fortalecimento para evitar a recidiva da incontinência.

No campo preventivo, a fisioterapia pélvica tem papel fundamental na prevenção da incontinência urinária, fortalecendo a musculatura pélvica e reduzindo probabilidades dos sintomas aparecerem.

Agende uma avaliação e esclareça suas dúvidas. Cuide-se.

• Fisioterapia Pélvica

É uma especialidade que atua na prevenção e tratamento conservador das disunções da região pélvica - mais especificamente da musculatura do assoalho pélvico - músculos responsáveis pela sustentação dos órgãos pélvicos, continência urinária e fecal e a sexualidade.

Abrange tatamentos nas áreas de urologia (sistema urinário), Ginecologia (sistema ginecológico), Coloproctologia (sistema intestinal e estruturas relacionadas) e Sexologia.

• Áreas de Atuação

• Miccionais: perda de urina, urgência para urinar, dificuldade para urinar;

• Anorretais: perda de fezes e/ou gases, dificuldade para evacuar, prisão de ventre;

• Prolapsos: descida dos órgãos pélvicos, a exemplo, “bexiga caída”;

• Pré e Pós-operatório de cirurgias uroginecológicas: cirurgias da região genital;

• Disfunções sexuais femininas: falta de prazer ou orgasmo, dificuldade de lubrificação, baixa libido, dor ou dificuldade na relação sexual;

• Dor pélvica crônica: dor na região de baixo ventre;

• Gravidez: preparação para o parto (normal e cesárea);

• Disfunções pélvicas/urinárias na infância;

• Tratamento

É baseado em técnicas e recursos específicos como Cinesioterapia (exercícios), Eletrestimulação, Bioffedback, Terapia Comportamental, orientações, entre outras, que ajudam no controle da bexiga e da musculação do assoalho pélvico proporcionando uma melhor qualidade de vida.

Além do tratamento específico para a área pélvica, oferece a possibilidade de realização de Pilates Solo, voltado ao tratamento ou para a busca de equilíbrio corporal (alongamento, fortalecimento, respiração, coordenação, postura e consciência corporal, dentre outros benefícios).

Você tem dúvidas sobre Fisioterapia Pélvica? Faça-nos uma visita sem compromisso!

Rosane Paula Nierotka

Fisioterapeuta Pélvica Uroginacológica - CREFITO 175513-F

Acesse a matéria na revista


(49) 3621.2810

revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

Mapa de localização

Revista SOS Saúde © Todos os direitos reservados