(49) 3621.2810

Você está em: Início  Notícias  Sacroileíte


Notícias
10/01/2018
Sacroileíte

É uma condição inflamatória da articulação sacroilíaca, presente principalmente nos casos de lombalgia baixa. A articulação sacroilíaca é a maior articulação do corpo humano e faz a conexão entre a coluna (através do osso sacro) e os ossos da bacia (ilíacos). Articulação esta composta por uma cápsula articular fibrosa com líquido sinovial em seu interior com alguns ligamentos de sustentação. Possui mobilidade restrita e é responsável pela sustentação do nosso corpo e estabilidade para andar.

A dor sacroilíaca é responsável em média por 20% das dores em coluna lombar. Pode ser uni ou bilateral. Cerca de 40% dos pacientes relatam trauma local ou gravidez recente. Entre os principais sintomas estão:

• Dor que piora da posição sentada para posição em pé;

• Piora da dor para subir escadas e para flexionar o tronco;

• Dor que melhora ao deambular.

O diagnóstico é clínico. Não existe um exame que nos forneça diagnóstico de certeza. Ao exame clínico, usam-se vários testes que pontua para o somatório deste nos ajudar no diagnóstico. Os principais são: Teste de Compressão, Gaeslen Bilateral, Teste de Distração, Thrust da Coxa, Thrust Sacral entre outros. Dois de quatro testes positivos fornece uma especificidade aproximada de 80% e sensibilidade de 90%. Mas o gold standart é o Bloqueio Diagnóstico intra-articular com anestésico. Bloqueio articular com volume menor, cerca de 2 ml, este diagnóstico e terapêutico com volume maior.

O tratamento, sempre que possível tratar a causa, como por exemplo, em doenças reumatológicas, metabólicas, infecciosas e neoplásicas. Outra medida importantíssima é a reabilitação motora da região com fortalecimento da musculatura abdominal, paravertebral, glúteos e quadris a fim de estabilizar a articulação.

Os medicamentos tem sua função principalmente na fase aguda quando de dor intensa. Na falha destes ou dor crônica persistente, existem os tratamentos minimamente invasivos como infiltração química intra-articular e a rizotomia por radiofrequência.

A radiofrequência é direcionada para inervação posterior da articulação, de L5 a S3. Entre as opções mais usadas estão o Sinergy®, onde através dele realiza-se ablação em L5 (um ponto apenas), S1 e S2 (três pontos cada) e S3 (dois sítios ou pontos) num total de nove pontos. Em média, respeita-se a distância de 10 mm entre uma lesão e outra. Uma segunda opção é o Sistema Bipolar respeitando a mesma distância dos 10 mm do Sistema Sinergy®. Temos ainda o Thoracool®, este sistema de ablação resfriada faz uma lesão maior (espaço físico mais amplo).

Dr. Cleverson Galvan

Neurocirurgião – CRM/PR 24563

Fonte: Revista SOS Saúde

(49) 3621.2810

revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

Mapa de localização

Revista SOS Saúde © Todos os direitos reservados